quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Do you remember?

A memória fascina-me. Conseguimos recordar, durante toda a vida, pessoas, cheiros, sentimentos, palavras que por algum motivo nos marcaram. De vez em quando alguma coisa desperta uma memória que estava adormecida, e recordamos tudo tão nitidamente como se tivesse sido ontem. Outras coisas, que poderiam até ter mais relevância, teimam em não subir à superfície.

Recordo-me, por exemplo, que no básico tinha uma professora de Inglês que cheirava sempre a café. E de que, quando era pequenina, ficava sempre à janela à espera que a minha mãe chegasse sempre com medo que lhe tivesse acontecido alguma coisa. Lembro-me de ir a casa de uma amiguinha do infantário. Lembro-me que a educadora batia nas mesas com uma colher para fazermos pouco barulho. Lembro-me da coreografia de uma festa de fim de ano da escola. Lembro-me de ir para casa do meu padrinho e do sabor das bolachas que comiamos na altura. Recordo-me de alturas em que me senti muito envergonhada, ou muito feliz.

A memória...

"Do you remember when we first met? I sure do..."

15 comentários:

Salto-Alto disse...

Acho que de todas as coisas que nos despertam memórias, o olfacto é aquele que mais facilmente as activa. Lembro-me sempre de cheiros da infância! E sabe tão bem! :)

Satine disse...

Nesta altura da minha vida dava-me jeito que a memória fosse morrer bem longe... -.-'

mas falando em coisas bonitas.. lembras-te dos nossos fins de tarde, tosta-mista e boa-disposição obrigatoria, com a praia inteira a nossa frente?..

tenho saudades tuas :(

Precious disse...

"Nothing fixes a thing so intensely in the memory as the wish to forget it" (Michel de Montaigne)

porque às vezes é mesmo assim, lembramos o que não queremos, e esquecemos as coisas que deviamos lembrar. Ou então lembramos pormenores tão insignificantes como a cor da camisola de uma pessoa num dia especial. A memória é algo fantástico mesmo! :D

***

XS disse...

A mim, o que mais me chateia é quando a memória é selectiva. Ultimamente, tem-me dado para esquecer coisas importantes e lembrar-me de coisas que me indispõem.
Mas sim, é óptimo quando trazemos de volta o nosso imaginário infantil!

Lactrodectus Mactans disse...

E o primeiro beijo? Lembras-te dele? =)

Rita disse...

Salto-Alto, os cheiros da infância são mesmo bons, como o cheirinho de casa da minha avó :)

Satine, miss you 2... mas tá quase :)

Precious, acredita, a memória é fantástica :)

XS, obrigada pela visita :) eu percebo, também obviamente me lembro de muitas coisas que preferia esquecer, ou até mesmo voltar atrás para apagá-las...

Lactrodectus, sim, lembro-me do 1º beijo, mas não foi lá muito memorável, LOL! :)

@me@@@ disse...

é das maiores riquezas que tenho... as minhas memórias, são tantas e tão boas que por vezes dou por mim a desligar do hoje para pensar no ontem!!!!!!!!!



:-)

sweetie disse...

Eu sinto o mesmo.. e quando essas memórias vêm ao de cima, dá sempre um sentimento de nostalgia, porque as memórias que queremos mesmo guardar são as dos melhores momentos..

"..it was sometime, in early September.." (é assim não é?)

Beijinho!

Donnola disse...

gostei gostei! memórias q deixam risos

Miguel disse...

Eu guardo sempre muitas memórias, mas a nível de cheiro o que acho mais característico e que me recordo melhor é do cheiro da minha sala da primária :D são coisas..

Bom fim de semana :)

Beijinho

Ci disse...

Eu lembro-me do perfume da minha professora da primária!Até sei que era um frasco amarelo,do Boticário!=D
Também me lembro de estar na cama,ouvir a chuva cair lá fora e pensar que daí a nd tinha que ir pa escola!=P

Ci disse...

Eu lembro-me do perfume da minha professora da primária!Até sei que era um frasco amarelo,do Boticário!=D
Também me lembro de estar na cama,ouvir a chuva cair lá fora e pensar que daí a nd tinha que ir pa escola!=P

Alguém disse...

Isso é tão verdade! Mas acaba por ser estranho... É que eu, por exemplo, sou capaz de me lembrar de pequeninas frases que me disseram há imenso tempo e não me recordar de coisas que aconteceram ontem!!! Há coisas que marcam, mesmo sem terem qualquer importância...

beijinho

u João disse...

Olá! O josé cardoso pires fala disso mesmo, nós somos acima de tudo memória.
beijo

Isandes disse...

Nice post. às vezes dou por mim com um sorriso txoné estampado na cara a viajar. A memória a longo prazo é 1 coisa fixe (bem, às vezes...), xuac