sábado, 22 de novembro de 2008

Um post e um suspiro

"Sentir tudo de todas as maneiras,

Viver tudo de todos os lados,

Ser a mesma coisa de todos os modos possíveis ao mesmo tempo,

Realizar em si toda a humanidade em todos os momentos,

Num só momento difuso, profuso, completo e longínquo."

Álvaro de Campos


Este poema diz-me muito, mesmo. Estes dias frios e solarengos de Inverno deixam-me nostálgica.

5 comentários:

sweetie disse...

Pessoa é maravilhoso não é? Adoro!
Diz tudo de todas as maneiras =)

Beijinho!*

Lua disse...

Aiii...:)

Tens um desafio para ti no meu blogue!:P
Sente-te à vontade para não responder, se assim entenderes...

Beijinho*

R.L. disse...

obrigada :) o post ja foi apagado.
ficou a musica raivosa no _"estados de espirito" p compensar *

António Sengo disse...

tbm gosto muito! :)

precious disse...

nunca fui grande apreciadora do Campos, mas está um bom poema :)

D. Rita, foi desafiada no meu blog e tenho a obrigação de a avisar :D **