quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Assusta-me e entristece-me como as palavras e os sentimentos são descartáveis. Diz-se e vive-se uma coisa hoje que no dia seguinte é como se não existisse. Mexe-se com o coração de alguém para um dia depois já não ser bem assim. E ainda há os que acreditam e ficam com um brilhosinho nos olhos, como eu.

10 comentários:

Ana disse...

Prefiro que me magoem, com os meus olhos feitos de brilho, do que não me deixar sentir porque não acreditei... =)

Anónimo disse...

Acho que tens noção do quanto isso me assusta..é impressionante como me sinto absolutamente descrente nos sentimentos e nas pessoas..o que hoje é verdade, amanhâ já não o é e o que sentimos é completamente atropelado!!Como te digo smp, o importante é acreditar! Acreditar que o que hoje pensamos ser eterno será de facto eterno e naquilo que temos dúvidas que seja o tempo certo para existir e acabar.
That's life. :)
LS
p.s: demasiado pessimista para mim? Está de chuva, pode ser da chuva.*
tk

Poetic GIRL disse...

Como te compreendo... estou tão farta destes joguinhos... bjs

lothlorien disse...

Acho que somos mais os que têm o brilhozinho nos olhos do que tu pensas ;)

M disse...

Rita, já leste Fabrício Carpinejar? É um escritor brasileiro cujas palavras também inspiram. http://carpinejar.blogspot.com/

...Ju... disse...

e como eu...

beijinho*

Satine disse...

=(

Bina disse...

Como te compreendo na perfeição...acho q amamos de mais,e amamos quem n merece :S


gstei do teu blog*

Tiago disse...

… e como eu. Quando queremos muito uma coisa, a esperança continua a permanecer, embora saibamos que por vezes pode não ser o melhor para nós. Como eu te compreendo.

Um beijinho.

Maria disse...

como tu e como eu! este texto é uma grande verdade mesmo.