sábado, 9 de janeiro de 2010

Até já.

Despedir-me de ti e saber que só daqui a 6 meses te vou voltar a ver, sem muita noção de como estarão as coisas entre nós nessa altura, foi duro. Mais do que esperava. Ver-te ir embora e desaparecer do outro lado do vidro, transparente mas que impõe uma distância terrível, foi como se arrancassem uma parte de mim. O nó na garganta e as lágrimas são inevitáveis. Mas esabes que estou muito muito feliz por ti, pela aventura que vais ter do outro lado do mundo, porque sei que vais crescer tanto e sobretudo porque vais perceber melhor o que vales. E é tanto. Até já.

2 comentários:

Pequenina disse...

inov?

Vanessa. disse...

Vais ver que tudo vai valer apena :)