quinta-feira, 5 de março de 2009

PS:

Não era preciso tanta revolta :) eu achei engraçado ver um pai com três miúdos de trela. E em situações como aquela, num sitío enorme cheio de gente, mais precisamente num museu onde não se pode mexer em quase nada, não achei nada horrível. Confesso que achei bem giro.

Claro que não é para andar em todo o lado nem nada que se pareça.

24 comentários:

The queen disse...

Já sabes o que penso. (;
Acho que não usava esta trela, mas são 3 crianças! Muito pequeninas, que por muito bem educadas que sejam, é complicado ter mão nelas em sítios muito frequentados. Mesmo assim acho que não usava. Kiss*

The queen disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
The queen disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Júlio disse...

Eu cá acho que a necessidade é mãe da invenção e ponto. Se alguém inventou é porque dava jeito e compreendo bem a situação dos três miúdos...
E sim, era LONDRES, a densidade é outra...
Isto lembra-me aquelas coisas que se dizem às grávidas (o que podem ou não podem fazer, dizer ou comer) para os filhos nascerem direitinhos. Desde que não cresça pelo ou as orelhas aos miúdos, acho o uso da trela normal, nada 'degradante' e acima de tudo, seguro. Cada um trata dos seus filhos o melhor que entender.

...Ju... disse...

provocaste a revolta! :P

eu nao fico assim tao escandalizada... mas so tinha visto algo do género para ensinar as criancinhas a andar... ajudava-os a manterem se bipedes... neste caso é uma maneira de nao os perder de vista e de evitar que façam asneiras... mas claro que não é a situação ideial...

bjinho*

marta. disse...

ahahaha :D

Satine disse...

realmente é mais seguro. mas continua a fazer-me impressão.

kiss kiss*

Rapariga do Batom Vermelho disse...

Ui... Eu cá acho a ideia horrorosa!:/

Cor do Sol disse...

Bem, se foi da minha parte, não provocaste revolta. Já conhecia e não gosto, não concordo. Mas, isso sou eu que vou com 25 para o centro da cidade em dias movimentados e sem trela.lol.

JP disse...

Bem vistas as coisas nem é assim tão disparatado...

PKB disse...

Olha que bela ideia! Lugares a dizer: "Crianças só à trela e com açaimo" eheheh :p))))

Há muita gente que usa essas trelas nos putos precisamente para não os perderem e para não fazerem mais nada que é andar a correr atrás deles... POr mim, está aprovadíssimo!

Ninja! disse...

Olha que usada com "conta, peso e medida" nem é mal pensado... Já vi miúdos bem mal-criados e irrequietos hehe! Já se sabe que não é prendendo o puto que se vai resolver, mas enquanto não se resolve sempre impede que se pague uma quantia choruda por estragar alguma coisa em qualquer loja ou museu como referiste.

Sophie disse...

q drama. Não percebo o problema. Sim até podemos passear 50 miúdos e nunca acontecer nada mas como podemos passar 3 e acontecer. Azares acontecem e para evitar a desgraça porque não uma trela? Se eu tivesse três filhos e os levasse ao museu sozinha também me dava jeito.

E eu estou habituada a passear muitos miudos, no verão sou responsável na praia campo.

Puzz disse...

ele há miúdos que não dá de outra maneira... :D

..e Deus castiga! por isso daqui a uns anos serei eu a pegar na trela! lol

Loira disse...

Eu tambem acho uma boa soluçao. Se já um é dificil... imagino três! Alem disso, a velocidade com que eles nos saiem da vista... e se for um para cada lado, está tudo estragado! ;)

Gostei da Sra. que anda com a cadela sem trela... depois da-se o caso de ser atropelada!!

Bisc8 disse...

Concordo. Não acho que seja assim tão chocante. Quer dizer, as crianças necessitam de ver, de tocar, de mexer,..., mas podem sempre fazer isso num local mais seguro e com menos gente.

É uma questão de hábito. ;)

Alguém disse...

Não me revolto! Mas, se fizessem isso por cá, aposto como a segurança social lhes batia à porta... Ou então eram agredidos verbalmente por velhotas e fisicamente pelos seus guarda-chuvas! ihih

beijinho

Maria disse...

Quando está muita gente, sem dúvida que é uma óptima maneira para ter as crianças por perto.
É uma questão de habituação.

bjnho.

S.A. disse...

Entre marido e mulher ninguém meta a colher!pah, entre marido e mulher com putos pequenos, metam todas as engenhocas (por mais estupidas) que conheçam, e tenho dito!

Pode parecer muito mau, mas pior ainda é perde-los!Por muito responsavel ou atento que se seja, uma criança é sempre muito rapida, eles escapam-se num pestanejar...e depois é dificil!
Prefiro este tipo de metodos, a que hajam mais caras de crianças a circular em e-mails (sei que é mau, mas é a realidade) :s

.:S

Kruzes Kanhoto disse...

Por cá também se vão vendo coisas destas mas, por mais irrequietas que sejam as criancinhas, não consigo aceitar a ideia.

zeto disse...

daqui a pouco vais dizer que também gozei com a situação! :D

sweetie disse...

Já sabes a minha opinião, mas não condeno, porque são crianças e todos sabemos como são.. o teu blog ta a ficar revolucionário!=P *

Nelson Soares disse...

Acho que a "cor do sol" já disse tudo... xD
De qualquer forma, querida Rita: tens um grande blogue!!! E mesmo que discorde (o que acontece não raras vezes) ou me revolte (Idem) regressarei uma e outra vez... Porque são muitas mais as mensagens de que gosto do que as exemplares do dito anteriormente, e porque a diferença de opinião não significa necessariamente afastamento...



Stay Well

Salto-Alto disse...

Eu acho muito bem. Assim não fogem, não se magoam, ninguém os leva e estão (mais) seguros. Não estou a defender que se tratem as crianças como animais, mas se há algo que ajude a mantê-las seguras e só quando se revele necessário, porque não?